Sapatos de Salão

Que tal uma dança?
Um rosto colado
Música ao fundo
Suspiros e sussurros

Uma única dança
E seguimos nosso bailado
Cada um pro seu lado
Sem olhares conjugados

Ou mais uma dança
Comigo em teus lábios
Em convites profundos

3 comentários:

Antonio de la Muerte disse...

Olá Artur!

gostei dos teus poemas...

um abraço meu caro!

Laura disse...

Gosto do que você escreve ...
virei mais vezes por aqui.

Cida disse...

Bem singelo...

Gostei...!!

Lembrei do Chico Buarque e do Mombojó, nem sei por quê....

abraços!!!

www.aiegua.com.br - Guia Interativo da Cultura Alagoana

vesteme.blogspot.com - escritos de 2006...


-___________________________________