Troquei o vício pelos viciados

Andei analisando o que me dissestes sobre 'Cacho'
E continuo afirmando que é uma poesia

Depois analisei a primeira coisa
Que me dissestes sobre minha peça
E retomo: Sim, era para ser um recital musical
Não tem nada de errado nisso
E se pode fazer teatro, sim, desta forma
Aliás, 'Nós' já foi feita

Então parei e percebi
Qual o problema da prima antologia?

Não percebes que não gosto das rédias?
Não percebes que quero o novo do novo invertendo os velhos?
Eu posso ser pré e pós, moderno
E continuar a modificar o que é ser antropofágico
E nunca seremos assim
Nem mais, nem menos(,) um do outro

Então percebi que 'Cacho' realmente não é uma poesia
É um desenho de fina alegoria

É uma obra de um artista de plástico
Em papel não reciclado
Ou não

2 comentários:

Janaina disse...

Eu realmente acho que é um desenho digno de um artista plastico profissional.. numa folha de caderno pautado.
:T

:*

Anônimo disse...

é um blog? é um pássaro? um avião? um diálogo? não seria melhor mandar um e-mail?

p.s. cacho é o que os olhos do leitor quiser que sejam.

já vou em 10 músicas dejavù
lcc

www.aiegua.com.br - Guia Interativo da Cultura Alagoana

vesteme.blogspot.com - escritos de 2006...


-___________________________________