Alagoanas

No asfalto gasto de minhas vias
Correm rodas com destinos traçados
No pavimento calejado de minhas veias
Corre o cabo da foice
Ora pra cima
Ora pra baixo
Ora se foisse

No fluxo de minhas artérias
Corre o suor estuário
E aflora lá fora a flora
Eflúvio, pêlo, pele
E particípio passado

Nestas brenhas brada
Um V de vitória
Nesta mão que é mapa
Feito de homem e enxada
Feito de ôxe e de óia

Um comentário:

carla disse...

são legais as tuas veias, elas até pulsam de verdade..
=]

fica bem, viu?
e eu "abri a boca" pq é verdade.
[saudades já]

=***

www.aiegua.com.br - Guia Interativo da Cultura Alagoana

vesteme.blogspot.com - escritos de 2006...


-___________________________________