Poesia de meio sorriso

Engraçada essa coisa do beijo
O encaixe beirando o que não tem defeito
O medo do beijar alheio
Aprendendo, texturizando
Os movimentos suaves
O sorriso finalizando a ironia

Engraçada essa coisa do cheiro
Algo que bate na trave
E entra, tipo o gol do século
A vibração do artista em frente a platéia
A sensação de que tudo está voltando aos eixos

Engraçada essa coisa do olhar
Do sorrir, do abraçar, envergonhar-se
De partir sem querer ir embora

2 comentários:

dananfer disse...

Adoro ler tuas poesias!!
=D

fernanda disse...

essa poesia...tem um ar diferente... é familiar...hehehe
:D

www.aiegua.com.br - Guia Interativo da Cultura Alagoana

vesteme.blogspot.com - escritos de 2006...


-___________________________________