Cresça

Eu achei que fosse para sempre
Eu achei que fosse ser feliz

Mas não dá
Por que
Nem tem pé e nem cabeça

Laiá
Mas não dá
Meu bem
Cresça e desapareça

(uma coisinha de 2004)

Um comentário:

fabiano Silmes disse...

Magnífico,explendido um poema com estilo e força...

Abraços!

www.aiegua.com.br - Guia Interativo da Cultura Alagoana

vesteme.blogspot.com - escritos de 2006...


-___________________________________